conecte-se conosco


Entretenimento

Além de “Bandidos na TV”: 10 séries sobre crimes que estão na Netflix

Publicado

Além dos filmes e das séries, a Netflix possui um vasto catálogo para quem curte séries documentais e documentários, sobre os mais variados assuntos. No entanto, após o lançamento de “Bandidos na TV”, no fim do último mês, relatos e histórias sobre os mais diferentes tipos de crimes despertaram a curiosidade dos telespectadores.

Leia também: “Black Mirror” brasileiro? O que os gringos estão achando de “Bandidos na TV”

Cena de Bandidos na TV
Divulgação

Cena de Bandidos na TV


Na história de “ Bandidos da TV ”, original da Netflix e dirigido por Daniel Bogado, Wallace Souza é o personagem principal. Nos anos 2000, Wallace ficou famoso na mídia amazonense por apresentar o “Canal Livre”, programa que mostrava o cotidiano da polícia no combate contra o crime organizado.

No entanto, no auge da atração, o ex-deputado foi acusado de comandar muitos desses crimes, principalmente mortes de chefes do tráfico, para aumentar a audiência do programa. A trama virou uma série documental e se tornou um dos assuntos mais comentados na internet nos últimos dias. Até veículos de outros lugares do mundo comentaram.

Pensando nisso, listamos as dez séries documentais , e que estão disponíveis na plataforma de streaming, para você ficar por dentro e entender mais sobre alguns dos crimes que chocaram o mundo.

  • Divisão de Homicídios
Leia mais:  Simone comemora resultado da dieta: “Estou magra, bela e plena”

A série segue o trabalho diário de investigação da divisão de homicídios da polícia, das principais cidades do Brasil.

  • Making a Murderer

Gravado durante 13 anos, o suspense acompanha a história real de dois homens, norte-americanos, acusados de um crime que talvez eles não tenham cometido.

  • Investigação Criminal

Com várias temporadas, “Investigação Criminal” revive as investigações dos crimes mais chocantes do Brasil, como os casos de Isabella Nardoni, Suzane Richthofen, Mércia Nakashima, Maníaco do Parque, entre outros.

  • Anatomia do Crime (2017)

A série disponível na Netflix mostra, em cada episódio, um crime brutal cometido por criminosos cruéis, além de mostrar uma análise dos traços de personalidades desses criminosos.

Leia também: Baseada em caso real, “Olhos que Condenam” tem repercussão política nos EUA

  • O Desaparecimento de Madeleine McCann (2019)


A atração traz um olhar detalhado sobre o desaparecimento de Madeleine McCann, uma menina inglesa de três anos que sumiu durante as férias com sua família em Portugal, em 2007.

  • Sombras da Verdade (2016)
Leia mais:  Longe demais? “Future Man” retorna ainda mais maluca em um futuro sem filtro

“Sombras da Verdade” analisa o controverso caso de assassinato de uma garota israelense, Tair Rada, de 13 anos, e a subsequente condenação de um imigrante ucraniano.

  • The Keepers (2017)

A série examina o homicídio, ocorrido há muitos anos, da irmã Catherine Cesnik, e as suspeitas de recaem sobre um padre acusado de ter cometido abusos sexuais.

  • Gênio Diabólico (2018)

Um entregador de pizza é morto depois de assaltar um banco com uma bomba no pescoço. Depois disso, o caso se desenrola para algo ainda mais bizarro quando a polícia encontra cartas enigmáticas com as instruções sobre o artefato, o assalto e sobre como o rapaz deveria proceder.

Leia também: Ali Wong e o fenômeno da Netflix formadora de talentos na Hollywood atual

  • Conversando com um serial killer: Ted Bundy (2019)

Entrevistas atuais, material de arquivo e gravações de áudio feitas no corredor da morte traçam o perfil de um dos maiores serial killers da história dos Estados Unidos: Ted Bundy.

  • Por Dentro da Mente do Criminoso (2018)

Nesta outra série da Netflix , o telespectador pode explorar as intrigas psicológicas e o comportamento imoral que definem os piores tipos de criminosos.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

Mário Lúcio Vaz, ex-diretor da TV Globo, morre aos 86 anos

Publicado

por

 Ex-diretor da TV Globo, Mário Lúcio Vaz morreu neste domingo (21), aos 86 anos. O velório está marcado para as 8h desta segunda-feira (22), no Cemitério da Penitência. O enterro está previsto para às 16h.

Leia também: Xuxa presta homenagem a ex-diretor que morreu: “Brigou por mim na Rede Globo”

Mário Lúcio Vaz morre aos 86 anos arrow-options
Reprodução/Instagram/jbboninho

Mário Lúcio Vaz morre aos 86 anos

Entre os programas que Mário Lúcio Vaz dirigiu estão “Chico City” (1973), estrelado por Chico Anysio, ambientado numa cidade fictícia onde o humorista interpretava a maioria dos personagens; e “Praça da Alegria” (1977).

Leia também: Saiba o motivo que fez Márcio Canuto deixar a Rede Globo após 21 anos

Mário Lúcio nasceu em Belo Horizonte e entrou na TV Globo em 1970.

Em março de 2008, ele deixou suas funções executivas na Globo e passou a ocupar o cargo de diretor associado Artístico, prestando consultoria para a Direção Geral à área de Entretenimento, que reúne as áreas de criação, produção, recursos artísticos e controle de qualidade, então dirigida por Manoel Martins.

Leia mais:  Conto de horror transgressivo, “Suspíria” encanta pelas sutilezas que gritam

Leia também: Cissa Guimarães relembra morte do filho após nove anos: “Saudades doídas”

“Mário se confunde com a história da televisão, entrou na Globo nos anos 70 e seguiu por mais de 40 anos”, escreveu o diretor Boninho , nas redes sociais. “Nosso homem de branco tinha um grande coração, conhecia dramaturgia como ninguém e era dono de um humor especial. Provavelmente nosso Chico Anysio, que foi dirigido por ele durante anos, já está recebendo o homem de braços abertos.”


Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana