conecte-se conosco


Agosto Dourado: evento dá início às atividades em prol do aleitamento materno em Cuiabá

Publicado

Durante todo o mês de agosto, Unidades de Atenção Primária de Cuiabá terão programação especial para incentivar o aleitamento materno. As ações serão realizadas pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) em comemoração ao Dia Mundial da Amamentação (celebrado 1° de agosto) e ainda em referência ao ‘Agosto Dourado’, instituído pela Lei 13.435/2017 e oficializado como o período de intensificação das ações de conscientização e esclarecimento sobre a importância do ato.

Os seis Programas de Saúde da Família (PSFs) do bairro Pedra 90 deram início às atividades alusivas, em evento que reuniu mais de 300 pessoas. No ato foram realizados palestras, roda de conversas e trabalhos voltados para as gestantes e puérperas objetivando ressaltar a importância do aleitamento materno exclusivo, até os seis meses de vida.

Para a enfermeira chefe do PSF – Pedra 90 III, Izadora Ribeiro, que foi uma das organizadoras e palestrante do evento, a missão do Agosto Dourado, sobretudo, é fortalecer o vínculo mãe e filho e orientar sobre os cuidados com os recém-nascidos.

“Unimos os seis PSFs nessa ação que abre as atividades alusivas ao Agosto Dourado com objetivo único de fortalecermos o vínculo entre mamãe e filho desde a gestação ao final da amamentação. E durante todo o mês de agosto iremos sanar as dúvidas das mães e futuras mães e ajudá-las no que for possível para que aprendam o quanto este gesto é fundamental para o crescimento saudável do bebê. Afinal, o leite materno é o melhor alimento que ele pode receber em seus primeiros meses de vida. Vamos também abordar os cuidados essenciais para promover o crescimento e desenvolvimento infantil”, destacou a enfermeira.

Leia mais:  Após mais de 3 meses de atendimento, Mutirão Fiscal termina amanhã

Além das palestras que ofereceram atenção e orientação para as mães sobre como agir nos momentos que ocasionam dor pela realização incorreta da amamentação, postura, entre outros e ainda oferecer amparo no âmbito psicológico, o evento no Pedra 90 ainda ofertou ações de cunho social e entretenimentos. Dentre eles, o Varal Solidário onde as futuras e as atuais mamães puderam montar os enxovais dos bebês, e ainda brindes e artes plásticas na pele – ação que aproximou mãe e filho antes mesmo do parto.

Grávida de cinco meses do primeiro filho, Suelem Alencar de 20 anos foi uma das gestantes que saiu do evento com todas as dúvidas sanadas e sentindo mais próxima de seu bebê por meio da obra de arte desenhada em sua barriga.

“Esse evento foi uma forma de compreender o quanto as pessoas nos ensinam errado. Eu estava com muito medo da amamentação. As pessoas dizem que caem os seios  e que dependendo disso ou daquilo eu não terei leite, enfim isto estava se tornando um pesadelo para mim. E graças a Deus hoje eu tive resposta para tudo e descobri que o melhor para meu filho é o meu leite, e que tudo ficará bem. E por fim foi emocionante sair com essa pintura linda na minha barriga, é como se eu pudesse vê-lo antes mesmo de nascer. Foi lindo e agora não tenho mais medo pois sei que terei uma equipe qualificada que continuar me auxiliando no que eu precisar”, finalizou. 

Leia mais:  Inscrições para Processo Seletivo da Educação vão até o dia 17 de novembro

Estrutura em Cuiabá

Em relação à estrutura de serviços, Cuiabá possui um banco de leite, localizado no Hospital Geral Universitário (HGU), que recebeu pelo quinto ano consecutivo o certificado ouro de excelência em Bancos de Leite Humano. O Hospital Júlio Müller também conta com um Banco de Leite Humano. Nesses dois locais são  feitos a captação, processamento, pasteurização e armazenamento do leite materno, que é disponibilizado para o aleitamento de recém-nascidos e bebês prematuros que não podem ser amamentados pela mãe. “Mulheres saudáveis podem e devem se tornar doadoras, pois constantemente o estoque de leite está baixo e esse leite pode mudar a vida de muitas crianças, contribuindo, inclusive, para a redução da mortalidade infantil”, destacou o secretário-adjunto em Assistência em Saúde, Luiz Gustavo Raboni.

 

 

Comentários Facebook
publicidade

Assembleia prorroga recesso das atividades administrativas

Publicado

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), prorrogou o recesso das atividades administrativas até a próxima sexta-feira (14). A determinação, publicada no Diário Oficial Eletrônico de sexta-feira (7), mantém as atividades estritamente essenciais para o funcionamento do Parlamento.

Esse prazo, de acordo com a Resolução Administrativa nº 45/2020, pode ser prorrogado caso continue a evolução das condições sanitárias em Cuiabá e Várzea Grande. Nas duas cidades, voltaram a aumentar os casos de contaminação pelo novo coronavírus.

Na última determinação, publicada no DOE/AL do dia 29 de julho, por meio da Resolução Administrativa nº 42/2020, o recesso administrativo teve início em 3 de agosto e seguiu até o último dia 8. O documento descreveu a alteração das condições de funcionamento da Assembleia Legislativa nesse período de enfrentamento da Covid-19.

O documento mantém como atividades essenciais as sessões plenárias (ordinárias e extraordinárias), as reuniões das comissões permanentes e temporárias, as reuniões do Colégio de Líderes e da Mesa Diretora. Os horários do expediente dessas atividades legislativas serão das 8 horas até as 14 horas, com exceção das quartas-feiras, quando o expediente será das 8 horas até as 12 horas e, à tarde, das 13 horas até as 17 horas.

As atividades do Plenário ocorrerão através do Sistema de Deliberação Remota, instituído pela Resolução nº 6.719/ 2020, utilizando da plataforma digital Zoom ou equivalente, como medida excepcional destinada a viabilizar o funcionamento do Plenário durante a emergência de saúde pública.

Leia mais:  Boletim Jogos Estudantis – Nº 04

Em dias de sessão, apenas será permitido o acesso ao Plenário de Deliberações, o presidente da Assembleia Legislativa, que será auxiliado pelos 1º e 2º secretários ou por parlamentares designados para tal incumbência e até mais um parlamentar a ser convocado, devendo todas as proposições serem remetidas ao e-mail [email protected]

A medida adotada pelo presidente Botelho está embasada no artigo 4º do Decreto Federal nº 10.282, de 20 de março de 2020, que regulamenta a Lei nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020, que define os serviços públicos e as atividades essenciais dos Poderes Legislativos.

De acordo com o documento, os servidores que não estiverem em afastamento médico, em gozo de férias ou licenças, devem desempenhar suas atividades funcionais designadas pela chefia imediata em regime de trabalho home office, devendo permanecer durante o horário de expediente acessíveis e disponíveis.

De acordo com a resolução, apenas dois servidores terão acesso a cada um dos 23 gabinetes. Já nos gabinetes da Presidência, da Secretaria de Serviços Legislativos, da Secretaria Parlamentar da Mesa Diretora, dos Núcleos de Comissões Permanentes e da Coordenadoria de Segurança Militar, será autorizado o ingresso de servidores em quantidade essencial para o efetivo desempenho das atividades.

O documento restringe ainda o acesso de servidores nas secretarias administrativas e na Procuradoria. Nesses setores, será permitida a entrada do secretário e do procurador, respectivamente, e de até dois servidores.

Leia mais:  Servidores do SUS e Conselho Gestor convidam comunidade para participar do III Fórum da Clínica da Família

Na Superintendência de Contratos, Convênios e Correlatos e na de Licitação, será permitido o acesso dos superintendentes e de até três servidores. Na Gerência de Manutenção e Serviços Gerais, será permitido o acesso do gerente e de até quatro servidores.

Na Supervisão de Saúde e Qualidade de Vida, será permitido o acesso do supervisor e de até dois servidores. Na TV Assembleia, será facultado o acesso de até quatro servidores por turno. Já na Rádio FM 89,5 será permitida a entrada de até dois servidores por turno.

Outra determinação da resolução é de os secretários, responsáveis pelos referidos setores, remeterem à Coordenadoria Militar a relação nominal única dos servidores, indicando as atividades essenciais a serem executadas. O acesso será submetido à autorização formal da Secretaria de Administração de Patrimônio.

No período de pandemia, a resolução autoriza a realização de obras, reformas e manutenções necessárias nas dependências do Parlamento durante o período de pandemia da Covid-19. Cabe à Secretaria de Administração e Patrimônio adotar as medidas necessárias para evitar a propagação interna da Covid-19. A secretaria deve intensificar a limpeza e desinfecção de superfícies nas dependências da Assembleia Legislativa, especialmente banheiros, elevadores, corrimões e maçanetas. O setor deve também adotar medidas que visam renovar a circulação de ar e da abertura periódica das janelas em locais com uso de ar condicionado.

 

 

Por: HiperNoticias

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana