conecte-se conosco


Cidades

Ações de conscientização do Educamob continuam pelas unidades escolares da Capital

Publicado

Lançado em setembro desde ano, durante a Semana Nacional de Trânsito, o projeto Educamob, desenvolvido pela Secretaria de Mobilidade Urbana, orientou, esta semana, os alunos da Escola Chave do Saber. Por meio de uma metodologia lúdica, as crianças do Ensino Fundamental, participaram de várias atividades de educação no trânsito.

As atividades envolvem dinâmicas sobre as leis de trânsito, regras de conduta dos motoristas e pedestres, medidas de cuidados para uma locomoção segura nas vias e também.  A supervisora de Educação para o Trânsito, Luciana Melo, explica que o intuito maior do projeto é trabalhar essas atividades, inserindo-as na base de formação escolar deles, “para termos cidadãos conscientes, tendo mais respeito e empatia com o próximo”, observa.

A coordenadora pedagógica da Chave do Saber, Elisa Duems, avaliou a iniciativa do Município de proporcionar as atividades aos alunos, como excelente. “Uma grande ação, de extrema importância na grade extraclasse das crianças, pois elas necessitam vivenciar este cenário, para crescerem com um olhar mais sensível ao próximo”, explicou.  

Leia mais:  Obras de mobilidade do novo Pronto Socorro da Capital avançam

Ela contou, também, que o tema é tratado diariamente em sala de aula, no intuito de reforçar a prática consciente de um trânsito seguro. “Procuramos esse projeto porque no entorno da escola sofremos com o desrespeito de alguns condutores, mostrar para as crianças a realidade e trabalhar as informações de forma que, ao voltarem para casa, eles também repassem aos familiares, esses percebam o quanto podem melhorar”, complementou a coordenadora.

Em apenas um mês, o projeto já atendeu seis unidades escolares, realizando 18 ações com os alunos. Além das escolas, a equipe de Educação para o Trânsito faz trabalhos com idosos, auxiliando-os a ter uma melhor percepção do trânsito.

 

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Mato Grosso registra 43 mortes em 24h; UTIs continuam lotadas

Publicado

Taxa de ocupação está em 97% para UTIs adulto e em 59% para enfermarias

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta sábado (10.04), 328.805 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 8.530 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado. Foram 43 mortes apenas nas últimas 24 horas.

Foram notificadas 1.356 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 328.805 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 12.804 estão em isolamento domiciliar e 305.369 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 518 internações em UTIs públicas e 513 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 97,92% para UTIs adulto e em 59% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (70.086), Rondonópolis (24.674), Várzea Grande (21.290), Sinop (16.565), Sorriso (12.044), Tangará da Serra (11.179), Lucas do Rio Verde (10.796), Primavera do Leste (9.553), Cáceres (7.114) e Alta Floresta (6.392).

Leia mais:  Prefeitura dá ultimato e empresa tem 15 dias para regularizar a coleta de resíduos

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 293.671 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 1.515 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na sexta-feira (09), o Governo Federal confirmou o total de 13.373.174 casos da Covid-19 no Brasil e 348.718 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 13.279.857 casos da Covid-19 no Brasil e 345.025 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste sábado (10).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

Leia mais:  Delivery se torna opção mais atrativa de vendas durante pandemia

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana