conecte-se conosco


Mato Grosso

Ação conjunta da PM e Civil resulta na prisão de quadrilha de alta periculosidade que agia em Mirassol

Publicado

Seis integrantes de uma quadrilha foram presos em Mirassol D’Oeste (a 294 km de Cuiabá) na tarde de terça-feira (23.10). Os suspeitos estavam em uma residência no bairro Parque Morumbi, usada como apoio para as ações criminosas. Alguns tinham mandado de prisão em aberto. A proprietária da casa, Solange Resende, também foi presa. Ela já havia sido detida por posse de arma de fogo.

O grupo é apontado como responsável por vários roubos na cidade, agindo com agressividade e ameaçando as vítimas.

O primeiro a ser abordado foi Gustavo Adolpho Teles de Guimarães, 20 anos, (quej á foi preso quatro vezes e estava com mandado de prisão preventiva em aberto) quando saia da residência. Ele tentou fugir, mas foi detido e confirmou a presença dos demais indivíduos dentro da casa.

Foram presos Adriano de Jesus Balarini, 25, Valdeir Rezende dos Santos, 25, Wanderson Dias de Freitas, 23, e Dionathan Aparecido de Oliveira, 19,  que já foi apreendido quando menor por homicídio cometido em Mirassol D’Oeste, sendo internado na época, durante um ano em Cáceres. Já Adriano, assim como Gustavo, estava com prisão preventiva decretada pela prática de roubos e assaltos de veículos na região.

Leia mais:  Em 2020, PM ampliará cursos de capacitação e aprimoramento técnico para tropa

Na busca pelas armas utilizadas nas ações criminosas foi localizada uma pistola prata calibre 9 mm e duas munições do mesmo calibre, quatro projéteis e um estojo, no meio de entulhos e lixos queimados nos fundos da residência. Por conta disso, o armamento estava danificado.

Também foi apreendido R$ 542,00, seis celulares diversos, duas correntes douradas e dois relógios, um da marca Invicta e outro prata Quartz Michaelkors.

A operação conjunta contou com as polícias militar e civil e equipes de Mirassol D’Oeste, Curvelândia e São José dos Quatro Marcos.

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Servidor é preso por roubar pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras

Publicado

Foram desviados pelo menos 12 pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 35 mil.

Um servidor público suspeito de desviar pneus de veículos da prefeitura de Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá, prestou esclarecimentos na delegacia do município. Segundo a Polícia Civil, ele deve responder pelo crime de peculato.

As investigações começaram no dia 22 de março, quando o prefeito Adilson Gonçalves de Macedo registrou um boletim de ocorrência denunciando o suposto desvio.

O delegado Wilyney Santana Borges disse que várias buscas foram realizadas, até que o suspeito acabou confessando o crime. Em depoimento, ele contou que os pneus foram repassados para um comerciante como parte do pagamento na aquisição de um carro dele de luxo.

Os pneus desviados eram de veículos da Secretaria Municipal de Urbanismo.

De acordo com a polícia, nas investigações, foi apurado que pneus adquiridos para serem utilizados nas automóveis da secretaria foram desviados nos meses de novembro e dezembro de 2020, por um servidor  que exercia funções no setor de frotas da Secretaria Municipal do Meio Ambiente.

Leia mais:  Confira as 1.183 vagas de emprego do Sine MT para essa semana

Segundo o delegado, os indícios apontados no inquérito indicam que foi possível constatar o desvio de pelo menos 12 pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 35 mil.

A Polícia Civil informou que o investigado pela venda dos pneus deverá responder ação penal pelo crime de peculato, vez que na época dos desvios, exercia o cargo de funcionário público. Já o comerciante que recebeu os pneus desviados, em troca de pagamento, responderá pelo crime de receptação.

A delegacia de Barra do Garças continua as investigações para saber se havia a conivência ou participação de outros servidores municipais, envolvidos no caso dos pneus desviados.

Por G1 MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana