16 de agosto de 2018 - 09:35

Política

01/07/2018 22:25

Prefeito vê Complexo da Salgadeira como grande pilar para a economia turística da região

Fechado há quase oito anos, o espaço passou por um completo processo de revitalização

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, destacou neste sábado (30), durante a inauguração da obra de reforma do Complexo Turístico da Salgadeira, que a nova opção de lazer possui todos os atributos necessários para retomar o título de tradicional cartão postal de Mato Grosso e tornar-se um grande pilar para a economia turística da região. Fechado há quase oito anos, o espaço, que está localizado nas margens da rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), passou por um completo processo de revitalização e voltará a receber o público, tanto para visitação quanto para o banho de rio ou cachoeira. 

Antes de ser interditado para a execução da obra, o complexo era considerado um dos principais pontos de diversão da população, chegando a receber cerca de 300 mil pessoas por ano. Agora, com todas as medidas de modernização e responsabilidade ambiental concluídas, a expectativa é de que, de forma ordenada, a área volte a proporcionar momentos de integração social ao cidadão mato-grossense e também de outras localidades. De acordo com o chefe do Executivo Cuiabano, o fator central da inauguração foi a devolução do patrimônio público àqueles que mais necessitavam da estrutura. 

“A Salgadeira é uma grande opção de lazer para os mais humildes. Aqueles que não têm condições de construir uma piscina em casa ou pagar para entrar em um clube, encontram nesse espaço a oportunidade de desfrutar de momentos de recreação com familiares e amigos. O complexo está sendo devolvido ao seu legítimo dono, que é o povo da nossa região. Esse patrimônio ficou fechado por muitos anos, privando a sociedade dessa possibilidade de lazer. A Prefeitura de Cuiabá dará todo auxílio preciso para manter bem cuidado este novo local de entretenimento”, comentou o prefeito Emanuel Pinheiro. 

Para o secretário municipal de Cultura, Esporte e Turismo, Francisco Vuolo, o Complexo da Salgadeira é uma referência histórica que detém total capacidade para atrair turistas do Brasil e do mundo. O secretário salientou ainda que, desde 2017, a Prefeitura de Cuiabá já vem realizando diversos eventos de potencialização da região, que é caracterizada por abrigar várias comunidades com uma rica gastronomia, voltada, principalmente, para pratos preparados com peixe. 

“Estamos buscando transformar a rodovia Emanuel Pinheiro em um grande corredor turísticos. Quando pensamos em Cuiabá, não podemos deixar de fora todo seu entorno. A partir do momento que há um trabalho sólido e uma incrementação na cadeia produtiva do turismo, consequentemente, também há um fortalecimento da movimentação econômica, com o surgimento de bares, restaurantes , hotéis, e toda geração de emprego. Neste ano, a Prefeitura implantou na Capital o Bus Tur e temos a intenção de colocar esse circuito dentro da linha de atendimento do ônibus turístico”, contou Vuolo. 

A obra

O Complexo fazia parte do pacote de obras para Copa de 2014. O resgate do local foi possível após a formalização de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), firmado entre o Governo de Mato Grosso e o Ministério Púbico Estadual, com homologação do Poder Judiciário, no ano passado. Ao todo, foram investidos R$ 12,6 milhões para a revitalização completa do espaço. Agora, o Complexo conta com um restaurante amplo, um mini museu, uma loja de souvenir, um posto policial, um mini auditório, área administrativa, playground, paisagismo e duas guaritas.

O local também tem mirantes, rampas e portas que permitem acesso de pessoas com deficiência. Além de estacionamento com 100 vagas para veículos, sendo cinco para ônibus, 84 para carros, e 10 reservadas ao administrativo do complexo. Segundo o governador do Estado, Pedro Taques, o diferencial da obra está na construção de um estação de tratamento de esgoto e também na implantação de 540 metros de trilhas metálica, por onde os visitantes irão andar durante o passeio para evitar o contato com o solo e, consequentemente, sua depredação.

“Tenho uma alegria muito grande em inaugurar o Complexo da Salgadeira. Esta obra estava parada há oito anos e hoje tivemos a oportunidade de devolver esse espaço totalmente reconstruído. Algumas pessoas têm a oportunidade de viajar para o exterior, mas nem todos conseguem fazer isso. Por isso entregamos esse centro turístico. É importante dizer que esta obra contempla a edificação de uma estação de tratamento de esgoto, evitando que o dejeto dos vasos sanitários caiam diretamente nas águas do rio”, pontuou Taques. 


Copyright 2016 -  Todos os direitos reservados

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo