21 de agosto de 2018 - 10:12

Política

30/12/2017 10:18

Multas por câmeras começam em 2018 em Cuiabá

Protelada por diversas vezes, as multas por videomonitoramento devem ser aplicadas em Cuiabá a partir do ano que vem. O secretário de mobilidade Urbana Antenor Figueiredo confirmou que a pasta vem observando que os motoristas já não estão mais respeitando as faixas exclusivas. Antenor frisa que diante deste cenário, é incontestável a necessidade da aplicação das multas. 

O secretário frisa que quando os corredores exclusivos foram lançados e começou o monitoramento houve impacto para a população que temia que voltasse indústria da multa. Desta forma, o prefeito adiou por diversas vezes as multas a serem aplicadas pelas câmeras. 

“Final de ano notamos que alguns automóveis não estavam mais respeitando. Isso é prejudicial para o trânsito. O tempo que o transporte coletivo tinha ganho começou a perder novamente. Acredito que ano que vem temos que voltar o videomonitoramento como voltamos para os caminhões”, confirma. 

Atualmente, 32 equipamentos fazem o monitoramento das ruas e avenidas da cidade. Os locais estão sinalizados com placas a pelos menos 200 metros antes das câmeras, instaladas nos principais pontos de conflitos, como as avenidas Miguel Sutil, Fernando Correa da Costa, Historiador Rubens de Mendonça (CPA), Tenente Coronel Duarte (Prainha), 15 de Novembro e Beira-Rio, em viadutos, trincheiras e próximas de polos geradores de tráfegos, como igrejas, comércios e escolas. 

O sistema de videomonitoramento foi implantado em 2015 na Capital. Com câmeras instaladas em altitudes de até 20 metros, o videomonitoramento é terceirizado pelo Consórcio CMT, empresa com sede em São Paulo. O trabalho é feito por equipamentos em alta resolução, de 1.280 a 780 FULL HD que permite qualidade das imagens. 

Dados

Levantamento do primeiro semestre realizado pelo Detran-MT aponta que 6.609 foram autuados por transitar em faixa ou via exclusiva regulamentada para transporte público coletivo. Em toda a cidade, são mais de 10 quilômetros de corredor exclusivo nas avenidas Isaac Povoas, Getúlio Vargas e Historiador Rubens de Mendonça. 

A Câmara Municipal de Cuiabá sancionou a lei que autoriza a circulação de motos e ambulâncias nas faixas exclusivas de Cuiabá. Com a sanção, aumenta-se a utilização de faixas exclusivas que até então eram permitidas para ônibus, táxis e vans escolares. 

Desde o dia 1° de dezembro, a Semob começou a multar por meio de videomonitoramento veículos de carga pesada que transitam em local e horário indevidos. 

ALINE ALMEIDA 
Diário de Cuiabá


Copyright 2016 -  Todos os direitos reservados

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo