16 de agosto de 2018 - 09:38

Polícia

08/05/2018 18:44

Sem transporte, 20 estudantes que não foram à aula nenhum dia em 2018 podem perder o ano letivo em MT

Crianças e adolescentes da zona rural de Campinápolis estão sem aula desde janeiro deste ano. Numa ação civil, a Defensoria Pública pede a garantiria do transporte aos alunos.

erca de 20 crianças e adolescentes da área rural de Campinápolis, a 565 km de Cuiabá, que não frequentaram nenhuma aula em 2018, correm o risco de perder o ano letivo por falta de transporte. Por causa do problema, a Defensoria Pública entrou com ação civil público contra o município por lesão ao direito dos estudantes.

G1 tentou, mas não conseguiu contato com a prefeitura.

Segundo a defensoria, os alunos foram matriculados nas escolas do município de Santo Antônio do Leste, a 379 km de Cuiabá, o município vizinho.

Para chegarem até a escola mais perto, os estudantes teriam que gastar cerca de 10 horas no percurso de ida e volta, de aproximadamente 250 quilômetros.

 

“Em outras palavras, as crianças e adolescentes gastariam quase metade das horas do dia apenas no interior de um ônibus escolar”, diz trecho da ação.

A situação, segundo a ação da defensoria, além de cansativa e improdutiva, é ilegal, de acordo com normas da Secretaria Estadual de Educação (Seduc-MT).

No pedido, a defensoria pediu que a Justiça determine a concessão do transporte até o município vizinho no prazo de 48 horas, sob pena de multa diária de R$ 10 mil.

Por:G1


Copyright 2016 -  Todos os direitos reservados

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo