21 de janeiro de 2018 - 06:09

Esporte

24/09/2017 16:40

Palmeiras vence o Fluminense no Rio com gol de 'vilão' da Libertadores

O Palmeiras venceu o Fluminense por 1 a 0 neste domingo (24), no Maracanã, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro, com gol do contestado lateral Egídio.

Com a vitória, a equipe paulista se mantém no 4º lugar e chega aos mesmos 43 pontos do terceiro colocado, o Grêmio. O time gaúcho perdeu para o Bahia por 1 a 0, em Salvador, mas tem melhor saldo de gols (18 a 10).

O gol palmeirense saiu com quem a torcida passou a ter mais desconfiança desde a eliminação da Libertadores. O lateral esquerdo Egídio, que acertou chute no ângulo aos 41 minutos do 1º tempo. Ele havia errado o pênalti que eliminou o time nas oitavas de final do torneio continental, em pleno Allianz Parque.

"Muitos falam que o Egídio é isso ou aquilo, mas confio no meu potencial", disse o atleta ao final da partida.

Com o empate em 1 a 1 entre Corinthians e São Paulo, a distância do Palmeiras para o líder caiu para 11 pontos.

Para a partida no Maracanã, Cuca mais uma vez preferiu deixar o meia Guerra no banco e escalar três atacantes. Willian e Dudu jogaram abertos, com Deyverson centralizado. Assim, o Palmeiras adiantou a marcação, diminuindo os espaços da saída de jogo do Fluminense.

Com a bola, o Palmeiras trocava passes no campo do rival e chegava com perigo.

A vantagem palmeirense poderia ter sido maior se o árbitro Anderson Daronco tivesse visto pênalti em Dudu.

O Fluminense pouco assustou na primeira etapa. Quando conseguiu, foi parado pela boa atuação do zagueiro Edu Dracena. No entanto, o atleta recebeu o terceiro amarelo e está fora da próxima partida, sábado (30) no Allianz Parque, às 19h, contra o Santos, segundo colocado com 44 pontos.

Outro ponto positivo do Palmeiras no jogo foi a atuação da dupla de volantes Moisés e Tchê Tchê. O primeiro cadencia a troca de passes quando é preciso, e o segundo desafoga a defesa com uma rápida saída de bola.

Na segunda etapa, o Fluminense melhorou e foi para o ataque. Mas deu espaços à equipe de Cuca, escalada para se aproveitar disso.

Precavido, o técnico palmeirense tirou Jean para colocar o marcador Thiago Santos. No ataque, saiu o centroavante Deyverson para a entrada do veloz Róger Guedes, deixando clara a intenção de atuar no contragolpe.

Com o triunfo, o segundo consecutivo no campeonato, o clube mantém o objetivo estabelecido por Cuca para ainda sonhar com o título: uma sequência de seis vitórias.

Agora, a equipe enfrentará em SP Santos e Bahia. Depois terá o Atlético-GO (fora) e a Ponte Preta (em casa).

por: folhaSP

 

 

 


Copyright 2016 -  Todos os direitos reservados

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo