18 de julho de 2018 - 14:27

Esporte

20/08/2017 22:36

Hernanes marca de novo, mas São Paulo entra na zona de rebaixamento

O São Paulo bem que tentou vencer sua primeira partida fora de casa contra rivais diretos na fuga do descenso, mas empatou com o Avaí em 1 a 1 neste domingo (20), na Ressacada, e está de volta a zona de rebaixamento, já que a Chapecoense venceu o Palmeiras por 2 a 0.

O resultado só não foi pior para o time do Morumbi por causa do gol salvador do volante Hernanes, que nos últimos dois jogos fez três gols, todos de bola parada. Diante do Cruzeiro, na última rodada, ele havia anotado dois.

Hernanes, contratado em 19 de julho, já é um dos artilheiros do São Paulo no Brasileiro. Com cinco gols, está empatado com Lucas Pratto. Suspenso, o argentino não enfrentou o Avaí.

Em sua 11ª partida contra times da parte de baixo da tabela, a equipe paulista manteve a sina de não conseguir vencer como visitante. Nesses jogos, a vitória veio apenas em casa, diante de Vasco, o próprio Avaí e o Vitória.

Para a partida deste domingo, o técnico Dorival Júnior promoveu os retornos do volante Jucilei e do goleiro Sidão à equipe titular. Este último era o favorito do ex-treinador Rogério Ceni até se lesionar e dar lugar a Renan Ribeiro, agora preterido por questões técnicas.

Com Jucilei ao lado de Petros e Hernanes no meio, o time são-paulino ganhou mais qualidade no passe e teve controle das ações de jogo no primeiro tempo.

Mas este domínio não se refletiu em chances de gol. Com Cueva apagado, ao São Paulo faltava a qualidade no último passe. Com isso, a equipe abusou dos cruzamentos para a área.

Sem Lucas Pratto, a missão de balançar a rede ficou com o atacante Gilberto. E ele falhou. Em lance no primeiro tempo, arriscou uma bicicleta, mas a bola bateu em sua cabeça e saiu.

As jogadas de maior perigo do São Paulo na primeira etapa foram em um bate-rebate na área em que Jucilei tocou para Hernanes chutar em cima da zaga catarinense e em uma cabeçada de Rodrigo Caio no último lance.

O Avaí que pouco havia assustado o São Paulo, voltou melhor para o segundo tempo e abriu o placar em cobrança de pênalti de Júnior Dutra, após falta cometida dentro da área pelo lateral Edimar em cima de Willians, aos 23 minutos.

No lance seguinte, o time catarinense quase ampliou a vantagem, mas Júnior Dutra desperdiçou a chance.

"Adivinhei a jogada por conhecer o Sidão, acabei batendo bem, mas ele fez uma baita defesa. O São Paulo tem qualidade, não era o resultado que queríamos, mas estamos vivos", disse o atacante do time catarinense.

O PROFETA

O empate que salvou o São Paulo de mais uma derrota veio dez minutos depois do gol sofrido, em outra penalidade, marcada após toque de mão de Pedro Castro. Hernanes, apelidado de Profeta, bateu com força no canto para marcar.

O volante também quase fez o da virada, em cobrança de falta, aos 39 min, mas Douglas, do Avaí, fez grande defesa e garantiu o empate.

"Fizemos um bom jogo, dominamos o primeiro tempo e criamos algumas chances. O goleiro deles fez boas defesas, evitando nossa vitória. O ponto positivo é que fomos mais sólidos, sofremos um gol de pênalti, mas jogamos bem, defendemos bem. Foi uma partida muito boa", disse Hernanes ao final do jogo.

O resultado também péssimo para o Avaí. A equipe de Santa Catarina segue na zona de rebaixamento, na 19ª posição, com apenas 22 pontos.

Com o empate ante os catarinenses e a vitória da Chapecoense contra o Palmeiras, o São Paulo caiu uma posição e agora está na zona de rebaixamento, em 17º, com 23 pontos.

Na próxima rodada, o São Paulo vai ao Allianz Parque, no domingo (27), às 16h, para o clássico contra o Palmeiras. Na nova casa do rival, foram quatro derrotas em quatro jogos, com 12 gols sofridos e apenas um a favor. 

 

Copyright 2016 -  Todos os direitos reservados

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo