18 de outubro de 2018 - 03:33

Cidades

ARBORIZAÇÃO 24/07/2018 13:11

Prefeitura realiza estudo para recuperar a arborização da Capital

A Prefeitura de Cuiabá deu início nesta segunda-feira (23), à elaboração do Inventário Arbóreo de parte da Avenida Historiador Rubens de Mendonça (Avenida do CPA). O objetivo do trabalho será dar subsídios para a realização de um Plano de Arborização Urbana e padronização das calçadas.

O perímetro delimitado para o estudo compreende desde o viaduto da Miguel Sutil sob a Avenida do CPA até o prédio da Defensoria Pública do Estado, nos dois sentidos (bairro/centro). O processo consiste no levantamento de dados de todas as árvores existentes, desde sua espécie até tamanho, largura, idade e outros detalhes mais técnicos.

O levantamento está sendo executado pelas secretarias municipais de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano (Smades) e de Ordem Pública (Sorp) em parceria com o Instituto Ação Verde. O resultado deverá ser apresentado no final dessa semana.

De acordo com a gerente de Unidade de Conservação da Smades, Zilda Helena, o projeto é inovador e trará bons resultados. “Analisamos todas as árvores encontradas nas calçadas, desde a espécie, altura, diâmetro, incidência de pragas, estado das raízes, necessidade de podas, até a largura da calçada em que está localizada, além da interferência na rede elétrica ou no trânsito. Depois inserimos essas informações em nosso sistema e concluímos o cadastro individual”, explicou.

A gerente ressalta ainda que com isso será possível mapear os locais onde precisam trocar as árvores para evitar riscos de queda, dando todo o suporte necessário para um futuro planejamento, controle e manejo.

“Esse primeiro momento é de diagnóstico. Todo esse material que será encaminhado para as avaliações técnicas, tomarão medidas, como o plantio de mais árvores, poda ou manutenção das que estiverem em mau estado e até mesmo um processo de educação ambiental com o estabelecimento de uma política de remoção e reposição de árvores”, disse.

O Instituto Ação Verde, juntamente com a Prefeitura de Cuiabá, fornecerá todas as mudas e realizará o plantio. Entre as espécies nativas indicadas para o plantio estão os ipês brancos e roxo.

“A arborização também é questão de saúde pública. A parceria do Instituto Ação Verde com a Prefeitura de Cuiabá indicará in loco as espécies propícias para aquela determinada área. A maior dificuldade que encontraremos será a readequação das calçadas conforme o planejamento”, disse a analista ambiental do Instituto Ação Verde, Gracileide Fernandes.

Para isso, a Secretaria Municipal de Ordem Pública, notificou os proprietários (comerciantes) de toda a Avenida do CPA, por solicitação do Ministério Público Estadual, nos meses de maio e junho, na tentativa de viabilizar a adequação para o passeio público.

“A intenção do poder público não é onerar os proprietários dos lotes e sim orientá-los a construção e manutenção do passeio em toda a testada dos terrenos localizados em logradouros públicos providos de meio-fio e asfalto. Após essa notificação, é necessário que cada notificado entre com o pedido de prorrogação e faça o cumprimento conforme os padrões estabelecidos na Lei Complementar de N° 004/92, afirma a agente de Regulação e Fiscalização da Sorp, Verônica Ten Caten.

A expectativa do município é expandir a ação para outras avenidas da Capital, a próxima será a Avenida Fernando Corrêa da Costa.


Copyright 2016 -  Todos os direitos reservados

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo