21 de janeiro de 2018 - 05:38

Cidades

25/12/2017 19:43

Rendimento real do trabalhador em MT cai em 5 anos, aponta pesquisa

Rendimento que, em 2012, era de R$ 2.146, passou a ser de R$ 2.105 no terceiro trimestre deste ano. Em Cuiabá, queda do rendimento foi de 4,5%.

rendimento médio real do trabalhador em Mato Grosso caiu 1,91% em cinco anos, segundo dados divulgados pela Secretaria de Planejamento de Mato Grosso (Seplan), passando de R$ 2.146 para R$ 2.105. Os dados analisados referem-se ao primeiro trimestre de 2012 até o terceiro trimestre de 2017.

Os indicadores mostram que, em Cuiabá, a queda de rendimento nesse período foi ainda maior, passando de R$ 2.808 para R$ 2.682, uma redução de 4,49%. Em um recorte maior, quando analisada a região Centro-Oeste, percebe-se que os resultados negativos também são sentidos, com a redução de 2,70% no rendimento médio real, passando de R$ 2.372 para R$ 2.308.

As estimativas feitas pela Seplan tem por objetivo traçar o perfil da população quanto à idade de trabalhar, força de trabalho, pessoas ocupadas, desocupadas e fora de força de trabalho. Conforme a pasta, o levantamento utiliza como base, exclusivamente, dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), elaborada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A pesquisa aponta um aumento da população em Mato Grosso no período analisado, quando passou de 3,074 milhões para 3,299 milhões. Dentre estes, a população em Idade Ativa no estado, ou seja, pessoas com 14 anos ou mais de idade, cresceu 19,06%.

No primeiro trimestre de 2012, esse número era de 2.202.921 e ao final do período, no terceiro trimestre de 2017, somava 2.622.863 pessoas. Nesse mesmo intervalo de tempo, em Cuiabá, a população ativa era de 406.440 pessoas e ao final do período somava 478.254 pessoas, representando m crescimento de 17,66%.

 Por G1 MT

 

Copyright 2016 -  Todos os direitos reservados

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo